Por Favor aguarde...
Ambiente
Imprimir    

UE: Combate contra «espécies invasoras»

UE: Combate contra «espécies invasoras»

Foram apresentadas nesta sexta-feira, pela Comissão Europeia, medidas de combate às «espécies invasoras» que tendem a prejudicar a flora e fauna europeia.


O comunicado provém de Bruxelas, que alerta para o facto de estas espécies terem um impacto negativo tanto na Natureza como na saúde pública, o que se traduz em consequências económicas.


A Comissão Europeia apresenta a proposta para controlar estas espécies, como o mexilhão-zebra, que é uma ameaça para a fauna autóctone europeia. É estimado que este controlo e a restauração dos danos envolva cerca de 12 milhões de euros anuais.


Bruxelas propõe que se crie um plano com criação de um sistema de alerta rápido de forma a detectar-se o aparecimento de novas espécies. Há alguns países membros da União Europeia que já aplicam normas de protecção da biodiversidade, mas agora quer-se que haja uma harmonização do enfoque de todas as legislações a nível da União Europeia.


Stavros Dimas, comissário europeu do Ambiente, referiu que é preciso intervir o mais rapidamente possível pois «estas medidas podem ficar obsoletas devido à rapidez com que as espécies se desenvolvem e expandem. É preciso coordenação e rapidez de resposta pois as consequências são consideráveis».


09-12-2008

 

Fechar