Por Favor aguarde...
 
   Lembrar dados
 
   Esqueci-me da password
 
 
 

Qual a importância que dá à ecologia no dia-a-dia?

Ver Resultados

Energia Eólica

Energia Eólica

O Vento é simplesmente a deslocação do ar. A origem do vento é complexa e deve-se às diferenças de temperatira da Terra, aquecida pelo Sol desproporcionadamente e também pelas zonas àridas e deseryas aquecerem (e arreferecerm) mais rapidamente que os oceanos e mares.
Estas diferenças de aquecimento, as passagens de frio para quente e vice versa, proporcionam um sistema de conversão atmosférica que se estende desde a superfície terrestre até à estratosfera, actuadno como um «tecto virtual».


A energia cinética do vento pode ser convertida noutras formas de energia: mecânica ou eléctrica.
A energia do vento é ampla, renovável, largamente distribuida, limpa e ajuda a combater o efeito de estufa, se usada para substituir os a electricidade derivada dos combustiveis fósseis.



História do vento como fonte de energia


Desde os tempos antigos que a energia do vento tem sido utilizada. Há mais de 5000 anos atrás, os antigos Egípcios usavam o vento para navegar os seus barcos no Rio Nilo.

Mais tarde, na zona da Persoa (Irão), forma construídos moínhos de vento para moer o milho e outros cereais e são estes os moinhos mais antigos que há memória.

Séculos mais tarde, os holandeses melhoraram o design dos moínhos persas e deram-lhes umas lâminas em jeito de hálice feitas de pano, semelhante ao usado nas velas das embarcações. A Holanda há muito que é famosa pelos seus moinhos de vento característicos.


Um pouco por todo o mundo, os moinhos eram usados para moer cereais, bombear água e cortar lenha em serrações. Na América, o seu uso estendeu-se até aos anos 20, sendo os moinhos de vento utilizados inclusivé para produzir electricidade nas zonas rurais, onde ainda não chegava o serviço.

Quando as linhas eléctícas chegaram a essas zonas rurais, por volta de 1930, os moinhos cairão em desuso, apesar de ainda poderem ser vistos nalguns ranchos do oeste.


A crise do petróleo dos anos 70 mudou o panorama energético mundial. Criou interesse em fontes de energia alternativas, abrindo novamente o caminho para a energia eólica na produção de electricidade.



Como se transforma vento em energia?


energiaeolica2.jpgO vento faz girar as pás do gerador eólico. O aparelho é chamado de gerador ou turbina e não moinho porque este ultimo era usado para moer. Já os mais recentes usam-se para gerar energia eléctrica. São feitos grandes parques eólicos com dezenas ou centenas de geradores que produzem um zumbido caracteristico.


A conversão em energia é feita através da rotação das pás que ligadas a um gerador, produzem a electricidade. Se o vento for forte, existe um mecanismo que actua como travão e impede que as pás girem demasiado depressa, evitando eventuais danos.


Quando efectivamente não há vento, outro tipo de energias terão de ser utilizadas para gerar electricidade.


Para um gerador eólico trabalhar de forma eficiente, o vento precisa atingir velocidades entre os 18 e os 21 km/h. Só a estas velocidades o vento tem força para conseguir girar as pás para gerar energia. Cada turbina gera entre 50 e 300 kilowatts de electricidade. Com um gerador eólico pode acender-se 3000 lâmpadas de 100 watts cafa, o que são muitas lâmpadas.



Energia do Vento

 

Uns estimados 1% a 3% da energia solar que chega à Terra é convertida em energia do vento. Isto é 50 a 100 vezes mais energia do que a convertida em biomassa por todas as plantas na Terra pela fotosíntese.

A maior parte desta energia eólica encontra-se a grandes altitudes, onde os ventos atingem uns constantes 160 km/h. Eventualmente, esta energia do vento é convertida em calor, através de fricção, pela Terra e atmosfera.



  • Energia Solar

    Existe ainda muita confusão quanto às várias formas de recolha da abundante e limpa energia do Sol.

    Veja aqui o que é a energia solar e como pode fazer uso dela.



 
Votar
 

 
comments powered by Disqus