Por Favor aguarde...
Ambiente
Imprimir    

Novos estudos: Impacto das Alterações Climáticas no Oceano

Novos estudos: Impacto das Alterações Climáticas no Oceano


Durante a Conferência de Copenhaga têm vindo a público vários estudos muito reveladores do impacto real que as alterações climáticas terão num futuro próximo.



Os dois estudos mais recentemente apresentados dizem respeito ao nível das águas e outras consequências e impactos que as alterações climáticas terão nos nossos mares e oceanos:

Nível das Águas vai Subir mais depressa do que se pensa
As novas estimativas da alteração do nível das águas, e que incluem o derretimento das camadas de gelo, são maiores que as estimadas em 2007, pelo Intergovernmental Panel on Climate Change (IPCC).

Inicialmente era previsto que o nível das águas dos oceanos subisse entre 18 a 59 centímetros, em 2100.
Agora, o Programa de Monitoramento e Avaliação do Artico (Arctic Monitoring and Assessment Programme), estima que a subida vá ser de mais do dobro.

A Professora Dorthe Dahl-Jensen do Instituto Niels Bohr da Universidade de Copenhaga disse, no artigo: "hoje estima-se que, até 2100, o nível dos oceanos devem subir de meio metro a 1,5 metros. É um dramático aumento no nível do mar nos próximos 100 anos e é algo que perturba todos nós".

Os danos aos ecossistemas dos oceanos são irreversiveis

Um outro estudo, apresentado pelo secretariado da  Convenção da Bio-Diversidade (CBD), mostra que em 2050 a acidez do mar vai aumentar 150%. Este aumento é 100 vezes mais rápido que qualquer alteração na acidez do ambiente marítimo nos últimos 20 milhões de anos.

De acordo com os estudos, os mares e oceanos absorvem cerca de um quarto (1/4) do Dióxido de Carbono (CO2), libertado para a atmosfera, pela queima de combustível fóssil, desflorestação e outras actividades humanas.
Com a libertação de mais e mais CO2, os oceanos têm absorvido mais quantidades a uma velocidade superior.

Sem a capacidade de absorção dos oceanos, os níveis de CO2 na atmosfera serão muito superiores aos actuais e os efeitos globais das alterações climáticas serão mais severos e marcantes.

Além disso, a absorção do dióxido de carbono na atmosfera tem gerado alterações no equilíbrio químico dos oceanos, fazendo com que fiquem mais ácidos.



14-12-2009

 

Fechar